avatar_marcelo_faisal

Neo Tropical, uma releitura dos jardins tropicais brasileiros

  • Escrito por Marcelo Faisal - Arquiteto Paisagista

Neo significa releitura. Neo tropical é a releitura dos jardins tropicais. Venho travando esta batalha desde o início de minha vida de jardineiro. Hoje, estou convicto de que este é o nosso verdadeiro estilo. Somos um “país tropical”, abençoado por Deus e bonito por natureza. Importar outra natureza, outro clima, outras plantas é quase impossível. O resultado nunca será o ideal. Sofria e sofro por pensar assim, perdia e ainda perco mercado.

Marcelo_Faisal_-_Coluna_Outubro_-_Neo_Tropical

Muitos querem um jardim europeu, esquecendo - como nós, profissionais, às vezes esquecemos - que aqui não tem neve, nem muito frio, e sim muita chuva. Aqui é verão o ano todo, se formos comparar com a Europa. Portanto, vamos avaliar os caminhos que temos. Se posso contribuir, digo sim, que o Neo Tropical é nosso estilo. Nosso jardim. Evitando o peso e excesso de plantas, utilizando flores perenes variadas, palmáceas, camélias, frutíferas, em lugar das coníferas, chegaríamos ao mercado com uma grande proposta. Antropofagia não é canibalismo.

Marcelo_Faisal_-_Coluna_Outubro_-_Neo_Tropical2

Podemos importar idéias, traçados, linhas. Afinal, o berço do mundo é o Clássico. O clássico virou Neo Clássico. Neo Clássico virou Neo Tropical. Mais do que um título, nome ou batizado, á uma postura, uma conduta.

Marcelo_Faisal_-_Coluna_Outubro_-_Neo_Tropical4

 

 

A necessidade de atender um mercado exigente, que volta de uma Europa toda florida, com seus jardins imponentes, maravilhosos e bem cuidados faz- me buscar uma solução intermediária em nossos jardins tropicais. Devemos considerar que o inverno europeu rigoroso torna obrigatória uma reforma anual nos jardins. Já no verão, onde os dias chegam a durar até 12 horas, o florescimento é intenso, compensando a rigidez do inverno.

No Brasil, o clima é extremamente favorável, e não precisamos pensar em reforma anual. Nossos jardins são perenes. Portanto, devem ser pensados e projetados para durar.

 

 

 

Combinando as características européias e tropicais, a proposta Neo Tropical atende à expectativa do cliente, fazendo surgir um jardim aclimatado, com baixa manutenção. As flores anuais dos jardins europeus dão lugar às flores perenes. Por outro lado, o excesso de vegetação dos jardins tropicais á substituído por arbustos com abélia, tumbergia erecta, murta, ixora e outros inúmeros.

Marcelo_Faisal_-_Coluna_Outubro_-_Neo_Tropical3

As coníferas, como ciprestes e tuias, seriam indicadas em regiões mais frias, como Campos do Jordão, Atibaia e Itapecerica, regiões serranas e o sul do país.Caso contrário, devem ser evitadas, pois, para se desenvolver com toda a sua beleza, necessitam de temperaturas mais baixas. Em regiões quentes, definharão com o passar do tempo e terão que ser substituídas para não comprometer o visual do jardim. Nessas regiões, a proposta de substituir coníferas por palmeiras ( Trachicarpus, Neodipsis, fênix, Mascarenha, etc.), frutíferas ( Pitanga, Jabuticaba, Cítricas) ou outras espécies altas, como camélias e bambu mossô, garantem um resultado melhor aos jardineiros brasileiros.

Marcelo_Faisal_-_Coluna_Outubro_-_Neo_Tropical5

Afinal, está na hora de o Brasil, terra de Burle Marx, ter reconhecido um trabalho no mercado internacional, que vá além da idéia de Mata Atlântica.

Contato:

www.marcelofaisal.com.br

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

+ Outras Matérias

Os benefícios do paisagismo corporativo

Os benefícios do paisagismo corporativo

As empresas estão, cada vez mais, investindo em soluções verdes com o objetivo de contribuir para a diminuição dos impactos ao Meio Ambiente. O curioso é que os benefícios vão muito além da preservação. Um estudo realizado pela Universidade de Queensland, na Austrália em setembro de 2014, aponta que um escritório decorado com plantas pode aumentar em até 15%...

Alex Hanazaki - Arquiteto Paisagista

Alex Hanazaki - Arquiteto Paisagista

Conheça melhor o perfil e dos projetos do paisagista Alessandro Terracini, participante da 2ª edição do Anuário de Paisagismo. Alex Hanazaki é especializado na concepção de projetos arquitetônicos para áreas externas em parceria com grandes escritórios de arquitetura em projetos residenciais em todo Brasil, além de nos EUA, Arábia Saudita, Marrocos e outros...

Depois de ter sido destaque no Salão de Milão, o cobre foi tendência na mostra de decoração CasaCor

Depois de ter sido destaque no Salão de Milão, o cobre foi tendência na mostra de decoração CasaCor

Depois de ser apontado como tendência mundial no 54º Salão Internacional do Móvel de Milão, em abril, o cobre voltou a ganhar destaque na CasaCor, maior evento de decoração do país. Na mostra, que ficou em cartaz no Jockey Clube, em São Paulo, até 12 de julho, designers e arquitetos brasileiros utilizaram o cobre não apenas em objetos de decoração, mas em de...

Ambiente Hawaii na Mostra Green House

Ambiente Hawaii na Mostra Green House

Para deixar o espaço dedicado ao convívio dos amigos ainda mais descontraído, Bruno Rubiano trouxe para este ambiente espreguiçadeiras, futons, redes e até uma prancha de surf como mesa de centro para seu projeto.  ...

Curta-nos no Facebook