Aceita o desafio?


Quando abri minha empresa há quase 20 anos não imaginava o que teria que administrar pela frente. Ser empresária não é fácil, precisamos entender um pouco de administração, finanças, psicologia, contabilidade, marketing, além do conhecimento técnico e da aptidão estética do paisagismo. Com o tempo vamos percebendo que somos bons em alguns itens e medianos ou até medíocres em outros itens (socorro!). Aos poucos é preciso se estruturar para ter uma equipe que te ajude no que você não for bom e te complemente nas tarefas que você não consegue fazer sozinho.

Cate Poli Coluna 2019 1

Pessoalmente acho que o meu forte aqui é a criação, atendimento e marketing. Prefiro projetar jardins do que executar, mas acho legal a parte de fiscalizar a execução e verificar se está tudo saindo conforme o projeto. Sou boa em finanças, mas não tenho tempo para isso (mas é importante, estou sempre de olho!), e sou um zero à esquerda na parte da contabilidade! Mas, para que a empresa funcione, é necessário que todas as áreas estejam caminhando direitinho.

A tecnologia também precisa ser uma aliada na gestão da nossa empresa. Jamais imaginei que existiriam redes sociais e que um dia eu captaria clientes através delas. Mas se existe Facebook, Pinterest e Instagram, é melhor tirar proveito disso. O marketing faz parte do nosso negócio, e entender isso me ajudou muito!

Cate Poli Coluna 2019 2

Quando fiz meu trabalho de graduação, os desenhos eram feitos à mão. Depois, nos escritórios em que trabalhei, já desenhava no computador em 2D. Hoje nossas apresentações são em 3D em maquetes eletrônicas, o que facilita muito para o cliente a compreensão do projeto paisagístico, e logo imagino que utilizaremos a realidade virtual!

Uma dica que eu sempre dou e que talvez seja a dica mais importante para mim é: fotografe seus trabalhos! O registro fotográfico é uma forma de você poder mostrar para novos clientes (e para o mundo!) o que você já fez e ganhar maior confiabilidade. Portfólio é um item mega importante! Seja de projetos ou de obras executadas, mostra a sua capacidade de trabalho (também estou refazendo o meu site, estava bem desatualizado...).

Cate Poli Coluna 2019 3

Em tempo de mudanças rápidas, temos que nos adaptar continuamente às mudanças do mundo, tentando acompanhar, tendo flexibilidade e sempre nos reinventando. Mas importante é nunca se afastar do propósito do paisagismo, que é melhorar a vida das pessoas através da melhoria do espaço externo e consequentemente do meio ambiente. Nessa época de consciência ambiental as empresas sem um propósito definido tendem a desaparecer...

E então? Se anima a entrar para a área? Te afirmo que dá trabalho, mas é profissionalmente muito gratificante! Aceita o desafio!

Mais informação:

www.catepoli.com.br


Publicidade