A principal revista eletrônica de Arquitetura Paisagísticado Brasil !

Quarta edição do Greenbuilding Brasil bate record de visitação


As 113 marcas apresentaram na exposição do Greenbuilding Brasil uma diversidade de produtos de baixo impacto ambiental que traduzem diversos aspectos positivos para o meio ambiente, como economia de água e energia e mitigação dos efeitos das mudanças climáticas. Tecnologias em tintas, telhados, revestimentos, louças e metais para salas de banho, aparelhos de ar condicionado e produtos para economia de recursos hídricos, entre outros, chamaram a atenção dos visitantes em busca de novidades e tecnologias inovadoras.

Greenbuilding_Brasil_14_520x346

O Brasil vive um momento importante para o setor e já ocupa o 4º lugar no ranking mundial de construções sustentáveis, e logo deverá alcançar a terceira posição – desbancando os Emirados Árabes - e ficando atrás somente dos EUA e China. Atualmente, o Green Building Council Brasil já registra 783 empreendimentos em busca de certificação e 112 já certificados em todo o País.

Greenbuilding_Brasil_6_520x347

Para Liliane Bortoluci, diretora do Greenbuilding Brasil, o crescimento exponencial do evento é um reflexo deste momento de crescimento: “O Greenbuilding Brasil é o principal evento da construção sustentável na América Latina e este ano estamos superando as edições anteriores em vários aspectos: recebemos mais de 9 mil visitantes durante os três dias de evento, 1.600 congressistas e 113 marcas expositoras do Brasil, Estados Unidos, Noruega e Espanha”, afirma.

Greenbuilding_Brasil_5_520x346

Greenbuilding_Brasil_4_520x347

Com todo este cenário de interesse e relevância da implantação de prédios verdes no Brasil, o diretor gerente do Green Building Council Brasil, Felipe Faria, anunciou durante o evento que o Brasil foi escolhido pelo World Green Building Council (WGBC) para sediar o Congresso WGBC de 2014, mais um grande evento de impacto mundial e que irá voltar às atenções ao Brasil em ano de Copa do Mundo e Olimpíadas. Segundo o diretor gerente do Green Building Council Brasil, “A Conferência hoje atesta como o movimento da construção sustentável está sendo aceito pelo mercado, e o benefício de estar elevando os padrões técnicos de todos os setores da construção, o que contribui para o desenvolvimento da construção onde soluções focadas em eficiência e mitigação de impactos socioambientais ganham destaque”, comenta.


Publicidade