A principal revista eletrônica de Arquitetura Paisagísticado Brasil !

Curso Aprendiz de Jardineiro é realizado pela REAJACOM e voluntariado do Residencial 11


OBJETIVOS DO CURSO:

         DSC_0414  DSC_0423

 Ao concluir o curso, os participantes estão aptos para trabalhar

  Formar aprendizes de jardineiro, para o manuseio de horta e plantas ornamentais visando orientar, assistir e formar profissionais aptos a desenvolverem atividades de jardinagem e horta, incentivando e fortalecendo o conhecimento no cultivo, cuidados das plantas, horta orgânica, convencional e hidropônica, minhocultura, produção de mudas, compostagem e outras atividades.

- Profissionalizar e aproximar o aluno do mercado de trabalho.

- Promover cidadania e reintegração social para pacientes do CAPS de Santana de Parnaíba.

PROPOSTA REAJACOM

Aprendiz_de_Jardineiro_6

  A REAAJCOM se propõe a coordenar e acompanhar o curso Aprendiz de Jardineiro, o que compreende:

- Fornecer as ferramentas necessárias

- Contratar profissionais/professores

- Custeio dos Candidatos

- Alimentação

- Manutenção das Ferramentas

- Fornecer Apostilas e materiais para o curso

- Realizar a palestra-show “Planóides” como abertura.

- Filmar/fotografar o antes e depois para registro

- Filmar entrevista com os participantes e edição de documentário

- Estabelecer vínculos diretos com os pacientes em tratamento, de modo a ressaltar os valores promovidos pelo curso. 

Oferecer intervenções teatrais personalizadas, utilizando a comunicação visual, o humor e a emoção para contagiar os participantes com uma mensagem de mudança. 

- Acompanhar os pacientes com grupos psicoterapêuticos semanais

  Equipe de Profissionais REAJACOM: 4 Integrantes. (3 nas dinâmicas e intervenções e 1 na produção)

Profissionais Envolvidos

Engenheiro Agrónomo

Paisagista

Jardineiro

Psicólogo (CRP. 101611)

Atores

Músicos

Prof. De Rádio e Tv

Jornalista

Duração do Curso: 3 meses

Horas de atuação por semana: 8 horas.

Horas de preparação por semana: 3 horas.

Total de horas investidas: 120 horas.

Comissão do Voluntariado do 11 promove curso de jardinagem no Caps AD Santana

   A comissão do voluntariado do residencial 11, grupo formado por moradores do local, que tem como missão: “Resgatar e elevar a autoestima, fortalecendo a dignidade humana, gerando, realizando e apoiando ações na área social, na captação de recursos e em projetosde inserção profissional, na região de Santana de Parnaíba” promove no período de março ajunho de 2011 o curso “Aprendiz de Jardineiro” para os usuários do Caps AD de Santana deParnaíba.

Aprendiz_de_Jardineiro_1

O objetivo do curso é formar e preparar os profissionais para atuar mercado

   O objetivo do curso é a formação de profissionais qualificados e preparados, utilizando metodologia com atividades práticas e teóricas que desenvolvam capacidades nas áreas dejardinagem, paisagismo, agronomia, formação e cuidados com diferentes tipos de hortas e plantas ornamentais, cuidados e utilização correta de equipamentos, ferramentas, defensivos eadubos. Uma das voluntárias da comissão, Virginia Mary, esclarece que o objetivo do grupo em promover o curso é cuidar da inserção no mercado de trabalho e também ajudar no tratamento da dependência química. “Queremos que eles saiam do curso aptos para o trabalho de jardineiro e prontos para comercializar produtos da horta e do viveiro de plantas ornamentais, plantados em terreno próprio, tornando-os autos-sustentáveis; além da parte terapêutica promovida pela Reajacom, que auxilia o dependente no processo de tratamento”.

  A equipe do Caps AD apoia a iniciativa, pois ela complementa o trabalho terapêutico já desenvolvido pelo centro, como confirma a psicóloga, Sueli Rodrigues. “Além de capacitá-los para o mercado de trabalho – pois muitos estão desempregados – também pode ser mais uma ferramenta terapêutica. Vivenciar as etapas de construção do processo e lidarcom suas contingências (o clima, o solo, as adversidades, o empenho, as frustrações) são habilidades necessárias para a transformação de suas vidas”. Um dos professores voluntários do curso, o técnico em paisagismo, Josemir de Araújo, também acredita nessa transformação descrita por Sueli, pois uma pessoa que mexe com jardinagem está sempre se renovando e aprendendo. Ele conta que dedica seu tempo de forma voluntária, pois deseja transmitir essa experiência para as pessoas. “Acredito que a jardinagem é uma arte, e desejo estimulara autotransformação deles em artistas, para que assim como o terreno que eles plantam setransforma, a vida deles também possa passar por esse processo”.

         Aprendiz_de_Jardineiro_2 Aprendiz_de_Jardineiro_3

O curso aborda além da questão técnica, a parte terapêutica e de cidadania 

  Para os usuários do Caps é uma oportunidade de desenvolverem uma nova área em suas vidas, além de se sentirem felizes com o cuidado e doação dos voluntários. Dirceu Campos, morador de Santana de Paranaíba e usuário do Caps, diz-se surpreso com a atitude dos voluntários. “É difícil alguém se preocupar com alguém, estender a mão. Hoje em dia é muito fácil desejar de boca, mas fazer um gesto é raro de se ver, e isso para mim é um exemplo para não ser tão egoísta e saber que eu também posso fazer um pouco”. O curso aborda além da questão técnica, a parte terapêutica e de cidadania, e está sendo coordenado e executado em parte pela Reajacom.

Colaborou: Luciana Peruchi 

Imagens: DIVULGAÇÃO REAJACOM 


Publicidade